Skip to content

A qualidade assistencial e o perfil epidemiológico

3 de março de 2015

SEGURANÇA EM SAÚDE

alvoDefinitivamente estamos na era da saúde!

Tanto no sentido da qualidade de vida quanto nas evoluções propostas pelos sistemas de atendimentos em saúde. Passando da Atenção Primária e Medicina Preventiva até o atendimento de alta complexidade, oncologia, etc…

Pensando na qualidade da assistência prestada e avaliando os gargalos encontrados pelo próprio sistema de saúde entendemos que para que se possa ter, planejar e desenvolver uma assistência de qualidade, o passo inicial é entender quem é ou será a população atendida.

Vejamos alguns exemplos onde podemos relacionar o foco epidemiológico, inclusive como uma dimensão da qualidade.

Será que o gestor hospitalar conhece o foco epidemiológico da população que atende?

Não seria interessante se todo o planejamento fosse direcionado a partir deste ponto?

De que adiantaria investir em maternidade se meu core busines e cardiogia?

Usar o recuso de saberes disponíveis para desenvolver linhas de cuidado cirúrgicos de alta complexidade se meu…

Ver o post original 117 mais palavras

From → Uncategorized

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: